14.2.13

Erro 404: Como será o futuro com a Samsung no topo?


É difícil encontrar uma roda de amigos em que nenhum dos envolvidos tenha pelo menos um aparelho da Samsung. Celulares, computadores, televisores ou HDs externos são apenas alguns dos exemplos de produtos da empresa sul-coreana e que estão presentes no cotidiano de praticamente todos os consumidores. Mas como será o futuro dessa gigante da tecnologia?
Algumas pessoas podem até ter pensado: “Ah, aposto que ela vai começar a produzir navios e investir na indústria petroquímica”. Na verdade elas não estão erradas, mas precisam saber que a Samsung já faz isso desde a década de 1970. E, se a empresa já possui atividades em ramos desse tipo, será que existe algo guardado para o futuro? Sempre existe.
Como sempre, quem faz o trabalho sujo de imaginar como seriam todas as possibilidades de novos produtos produzidos pela Samsung é a equipe de redação do Tecmundo. Está curioso para saber como imaginamos esse futuro da Sammy? Então fique ligado em tudo o que trouxemos para vocês aqui neste artigo. Se você tem um iPhone, pode ler também — e aproveite para conferir este link. #TecmundoSemPreconceitos.(KKKKK)

GalaxyCar

Você consegue imaginar um cenário em que a Samsung transformou-se em uma das maiores fabricantes de carros de todo o planeta? Pois é o que vai acontecer por volta de 2034 — ou antes, talvez depois... Provável que isso nunca aconteça, mas há a possibilidade de que sim — em todo o mundo. Ano em que o Galaxy Car vai ultrapassar os concorrentes e se tornar o carro popular mais vendido do planeta.
Erro 404: Como será o futuro com a Samsung no topo? [ilustração] 
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Como você já deve estar careca de saber, não deve demorar mais do que uma década para que os carros comecem a ser fabricados com sistemas operacionais similares aos dos smartphones. E certamente ainda teremos o Android — talvez na versão 28.5 Tapioca com Goiabada — figurando entre os maiores nomes do segmento, sendo essa a aposta da Samsung para seus veículos.
E quanto ao motor, é claro que ele será elétrico e contará com processadores de última geração para que consiga rodar tudo ainda mais rápido — você pode achar que isso não faz sentido, mas vai fazer em 20 anos! O design ultrafino também deve chamar a atenção dos consumidores, mas o que realmente vai fazer a diferença será o sistema de baliza fácil, patenteado em 1993.

SammyPack

Se o trânsito já está ruim hoje, imagine como será no futuro. Por isso, métodos alternativos de transporte devem ser cada dia mais presentes na sociedade. Isso será visto em bicicletas, skates, patins, esquis de asfalto (eles ainda farão sucesso) e até mesmo em pogobols. Mas um novo meio de transporte deve surgir diretamente dos laboratórios da Samsung: o SammyPack.
Erro 404: Como será o futuro com a Samsung no topo? [ilustração] 
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Como você deve imaginar, trata-se de um jetpack fabricado pela empresa sul-coreana. E ele funcionará do mesmo jeito que todos os outros, com a diferença de que poderá ser controlado pelo Android, para garantir que pessoas sem muita experiência consigam fazer com que o SammyPack não saia voando completamente sem direção.
Pelo menos é isso o que será prometido, mas há relatos dos nossos amigos do futuro de que as coisas não vão sair tão bem quanto o que foi planejado. Por causa de alguns acidentes envolvendo os pilotos dos SammyPacks, os órgãos mundiais vão exigir habilitações especiais para a utilização deles. Um golpe que uma das maiores empresas do mundo não estava esperando.

Samsung Capsule House

Você se lembra da Corporação Cápsula, aquela empresa (da família da Bulma em Dragon Ball) responsável pela criação das cápsulas que podiam armazenar uma série enorme de itens, incluindo carros, motos de alta potência e casas? Tudo podia ser guardado no bolso, sem oferecer qualquer dificuldade para ser carregado. Pois isso está muito próximo (leia: vai acontecer em menos de 40 anos) de ser tornar realidade.
Erro 404: Como será o futuro com a Samsung no topo? [ilustração] 
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Analistas especializados no mercado de produtos industriais inspirados em histórias do universo Dragon Ball afirmam que em 2017 a Samsung vai comprar o portfólio de patentes da Corporação Cápsula. E, com isso, as casas portáteis também serão parte do patrimônio da empresa sul-coreana, permitindo que ela inicie a produção em massa das residências de fácil transporte e montagem.
Tudo isso vai permitir que a Samsung torne-se líder mundial no mercado da construção civil, garantindo também o surgimento de um novo tipo de mercado: os “estacionamentos de trailers para quem não tem trailers, mas tem casas em cápsulas”. O nome está bem ruim, mas é possível que encontrem um melhor até que isso seja uma realidade tangível.

Sammy Park

A Samsung não quer ficar para trás no mercado de parques de diversão e, por isso, vai criar o seu próprio império no ramo. Estima-se que serão criados pelo menos dois parques em cada continente, gerando empregos e permitindo que os fãs da empresa se divirtam nos mais diversos brinquedos criados— lembrando que os locais serão temáticos e baseados na própria Samsung.
Erro 404: Como será o futuro com a Samsung no topo? [ilustração] 
(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)
Com isso, teremos montanhas-russas com carrinhos inspirados nos smartphones mais legais de toda a história da empresa — incluindo alguns clássicos, como o Galaxy S3 e também o Galaxy Y. Os clientes do parque que optarem por brincar na roda-gigante verão que a estrutura em que ficam são robôs do Android, e os brinquedos infantis terão carrinhos inspirados nos doces das várias versões do sistema.
Outro brinquedo muito divertido que estará no parque será o trem-fantasma. Em vez de monstros horripilantes, o que estará sendo mostrado para assustar os presentes serão bugs de sistemas operacionais, telas sendo quebradas e a imagem do iPhone sendo utilizado para martelar os aparelhos da Samsung.
.....
Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e Tecmundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Ilustrações por: Aline Sentone

Efeito Iluminado

Estou trazendo um post sobre como fazer o efeito da letra iluminada no PhotoScape. Vamos lá!?

1. Abra a foto (de preferência "lisa" e preta)

2. Vá em Objeto e insira o texto

3. Depois de digitar o texto, insira o Contorno e coloque a Espessura de 18 à 20 (é melhor)

4. Dê ok e coloque Foto + objetos

 5. Depois vá em Início e clique em Filtro

6. Depois que abrir em Filtro clique em Região fora de foco

7. Quando abrir clique em Desfoque coloque o Tamanho em 100% e a Pluma em 0% e depois Inverta a área o Nível pode colocar o que quiser eu coloquei 7.5

8. Clique em ok e vá novamente em Objeto e Inserir texto

9. Tire o Contorno clique em ok e ajuste do seu jeito

10. E o resultado que você tem é sua letra iluminada :))

Rápido e simples em apenas 10 passos. 

Post by :Lilian - generationour.blogspot.com

OMG: Katy Perry teria pedido para se sentar longe da Rihanna no Grammy Awards


Antes amigas inseparáveis, Katy Perry e Rihanna estariam afastadas ultimamente. A cantora de “Wide Awake” pediu à organização do Grammy Awards 2013 para que seu assento não fosse próximo da musa de Barbados, de acordo com a revista US.
A publicação afirma que Katy Perry não aprova o namoro da amiga com Chris Brown e, por isso, não quis se sentar perto do casal. Em outras premiações, as duas cantoras faziam questão de ficar juntas. Dessa vez, cada uma se sentou com seu par, afastadas.
The 55th Annual GRAMMY Awards - Backstage And Audience
Outro indício da desavença é que as duas não fizeram nenhuma foto juntas durante a cerimônia, nem foram vistas se cumprimentando, como fizeram com outros artistas. Katy Perry se sentou com John Mayer, próxima à Allison Williams e Ellen DeGeneres. Já Rihanna sentou-se em outra parte do teatro, ao lado de Chris Brown e próxima à Carrie Underwood e ao Ed Sheeran.

Apple está se preparando para começar a produção do iPhone 5S


Apple está se preparando para começar a produção do iPhone 5S 
iPhone 5 estaria dando espaço para sucessor nas linhas de montagem. 
(Fonte da imagem: Reprodução/Mashable)

O analista de mercado Peter Misek acredita que a Apple já está preparando a sua cadeia produtiva para começar a fabricar os novos modelos do iPhone. Estamos falando do iPhone 5S e do ainda desconhecido smartphone de baixo custo da Maçã, que parece estar cada vez mais próximo, segundo previsões de Misek.
A produção de iPhones 5 estaria sendo cortada por conta da queda da demanda, que está acontecendo antes do esperado, além da necessidade de abrir espaço para as novidades. Dessa forma, a empresa já teria planos para começar a fabricar a próxima geração do produto em março deste ano, tendo previsões de lançamento do mesmo para junho ou julho.
Ainda de acordo com as análises de Misek, as operadoras asiáticas China Mobile e DoCoMo seriam as primeiras a colocar as próximas gerações do iPhone no mercado. A primeira estaria focada no iPhone de baixo custo para os consumidores chineses, enquanto a segunda levaria o iPhone 5S aos japoneses.
Quanto às especificações da próxima geração dos smartphones da Maçã, a única expectativa concreta que Misek consegue ter é sobre a tecnologia da tela do aparelho. Assim, espera-se que os displays IGZO da Sharp apareçam no iPhone 5S, já que uma tela ainda maior OLED estaria quase descartada.

Fonte: Barron’s

Polytron mostra protótipo de smartphone transparente


Modelo ainda está em fase de testes, mas se confirmado poderá ser considerado o primeiro produto do gênero no mercado.


Polytron mostra protótipo de smartphone transparente 
(Fonte da imagem: Reprodução/AndroidSis)
A Polytron Technology apresentou nesta semana um protótipo daquele que pode ser o primeiro smartphone transparente do mercado. As imagens do produto mostram um modelo com câmera, alguns LEDs, duas pequenas baterias e entrada para cartão microsD.
Embora não confirme nenhuma data de lançamento, a Polytron garante que tudo está pronto para que o produto inédito possa chegar ao mercado. Aparelhos com a carcaça transparente costumam fazer sucesso entre os consumidores, já que muitos gostam de conferir a parte interna dos modelos.
Polytron mostra protótipo de smartphone transparente 
(Fonte da imagem: Reprodução/AndroidSis)
Até o momento, também não se sabe quais serão as configurações do produto ou qual será o seu preço para o consumidor final. Entretanto, não deixa de ser um lançamento bem diferente, algo que não estamos acostumados a ver por aí. Você gostaria de ter um desses no seu bolso?

Fonte: AndroidSis

Agora é oficial: Apple perde direitos da marca iPhone no Brasil


Agora é oficial: Apple perde direitos da marca iPhone no Brasil  
(Fonte da imagem: Divulgação/Gradiente)
Depois de muita polêmica envolvendo a disputa entre Apple e Gradiente pelo nome iPhone, a Apple agora perdeu o direito de usar a marca em território brasileiro. Embora a ação permita recurso, tudo indica que isso ainda vai dar muito trabalho para a marca da Maçã.
Mesmo que a Gradiente tenha declarado não ter intenção de impedir a Apple de vender o iPhone no Brasil, agora, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) decidiu que a empresa brasileira tem direito a exclusividade do nome.
Embora o INPI não tenha autonomia para impedir sozinho as vendas do aparelho, a decisão permite que a Gradiente faça o pedido caso tenha interesse. Como a empresa brasileira já declarou a intenção de vender o nome iPhone, é possível que este pedido ocorra como forma de pressionar a Maçã.

Apple entra com recurso

Nessa quarta-feira (13/02), a Apple apresentou um recurso ao INPI em uma tentativa de inverter a situação. No apelo, a marca tem a intenção de impedir a comercialização do iPhone da Gradiente, alegando caducidade do processo.
A caducidade acontece quando a empresa detentora dos direitos não utiliza a marca em um período de cinco anos após o registro, que no caso da Gradiente ocorreu em 2 de janeiro 2008 (exatamente cinco anos antes da entrada do aparelho no mercado, este ano). Agora, a Gradiente tem 60 dias para se defender e comprovar o uso da marca antes do vencimento do prazo de cinco anos, algo que não deve ser difícil.


Relembre o caso

Em dezembro do ano passado, a Gradiente anunciou o lançamento do produto de nome iPhone, alegando que ela havia registrado a marca anos antes que o iPhone da Apple chegasse ao mercado. Com a repercussão negativa do caso, a equipe lançou um vídeo em que explicava as diferenças entre ambos os aparelhos, inclusive assumindo que o aparelho da Maçã tem configurações superiores.
A venda dos aparelhos começou em janeiro deste ano e, logo em seguida, a justiça confirmou que a Gradiente tinha pleno direito de usar a marca em território nacional. Essa não é a primeira vez que a Apple enfrenta uma situação assim. No ano passado, a marca entrou em acordo com uma empresa chinesa que era dona do nome iPad no país, pagando US$ 60 milhões para encerrar a disputa jurídica.